Hiperfarmac drogarias

Proteja o coração ao tratar de problemas na gengiva


20/08/2012

Falar que a gengivite pode causar problemas cardíacos parece um desses boatos espalhados na internet. Mas de mito essa afirmação não tem nada. Isso porque cientistas começaram a estudar a ligação entre doenças periodontais – inflamação que atinge a gengiva e pode levar à perda dos dentes – e outros problemas de saúde desde 1990.

Um estudo mais recente foi realizado pela Unicamp com 180 pacientes cardíacos. Constatou-se que as pessoas com cardiopatia tinham de duas a três vezes mais problemas periodontais do que o grupo que não tinha doença coronariana. Os pesquisadores analisaram fragmentos arteriais desses pacientes e fizeram a detecção do DNA bacteriano. “Quase 60% dos nossos pacientes tinham a bactéria bucal nas artérias coronárias”, diz o periodontista Fernando José de Oliveira, autor da pesquisa.

O que ocorre é que o ferimento na gengiva causado pela periodontite é a porta de entrada para a bactéria cair na corrente sanguínea. Quando isso acontece há o risco de parar no coração provocando inflamação nas artérias. Esse processo pode aumentar, inclusive, os níveis de colesterol de um indivíduo.

Afaste o problema
No Brasil, uma em cada duas pessoas tem gengivite, e a causa principal é o acúmulo demasiado de bactérias (placa) entre a gengiva e o dente. Para evitar que essa placa bacteriana se forme, é necessário escovar a língua e os dentes após toda e qualquer refeição. É importante lembrar-se de escovar tanto na parte da frente quanto na de trás. Outra dica de ouro é passar o fio dental pelo menos uma vez ao dia, uma vez que ele alcança regiões mais profundas da gengiva.

Se você desconfia que já tem o problema, consulte um dentista. Ele tem as ferramentas e técnicas necessárias para fazer a limpeza e retirar o tártaro. Em casos mais graves, é necessário fazer uma operação para remover o excesso de biofilme e fixar os dentes soltos.

Segundo o cardiologista e nutrólogo do HCor, Daniel Magnoni, existe um trabalho amplo de conscientização da relação entre higiene bucal e doenças do coração. “No Instituto Dante Pazzanese, o ambulatório de saúde bucal é muito ativo, com campanhas de conscientização e educação em higiene bucal”, diz.

Fonte: PORTAL TERRA.COM.BR.



Voltar


© Hiper Farmac.

As informações contidas neste site não devem ser usadas para automedicação e não substituem, em hipótese alguma, as orientações dadas pelo profissional da área médica. Somente o médico está apto a diagnosticar qualquer problema de saúde e prescrever o tratamento adequado. Ao persistirem os sintomas, o médico deverá ser consultado.
Imagens meramente ilustrativas. Este site é melhor visualizado na resolução 1024x768 ou maior.

Ofertas: os preços dos produtos apresentados no site podem sofrer alteração sem aviso prévio. Para consulta de preço ligue em uma de nossas lojas.